Entre em contato com um de nossos especialistas!

Sondagem SPT: entendendo a importância e o processo

Escrito por: Airam Quiuqui

A Sondagem SPT, ou Sondagem à Percussão com Torque, é uma técnica fundamental na engenharia civil e na geotecnia. 

blog.engeotec.eng.br

Ela desempenha um papel crucial na avaliação das características do solo em um local específico, fornecendo informações valiosas para a tomada de decisões em projetos de construção, fundações, estabilidade de taludes e muito mais. 

Considerando a importância desse processo e seu impacto nos projetos construtivos, neste guia, exploramos o que é a sondagem SPT, como ela funciona, suas aplicações e os benefícios que oferece. 

O que é uma sondagem SPT?

A sondagem SPT, ou Standard Penetration Test, é um procedimento técnico de engenharia utilizado para avaliar as características do solo em determinado local. 

Esse teste é crucial em diversos contextos de construção civil, pois fornece informações sobre a resistência do solo, sua capacidade de suporte e sua composição geológica.

Realizado por meio de uma sondagem mecânica, o SPT consiste na inserção de um amostrador no solo por meio de golpes padronizados, registrando o número de golpes necessários para penetrar o solo em determinada profundidade. 

Essa informação, conhecida como "N" (número de golpes), ajuda na identificação das camadas de solo e na determinação de sua capacidade de suporte para fundações de construções.

Dessa forma, fazer uma sondagem SPT é fundamental para entender as condições do solo antes de iniciar qualquer projeto de construção, pois oferece dados precisos sobre sua resistência e comportamento.

Isso permite que engenheiros e arquitetos façam escolhas adequadas de fundação e estrutura, garantindo a segurança e a estabilidade das edificações.

Ou seja, a qualidade do solo em um local de construção ou em um projeto geotécnico pode ter um impacto significativo na segurança, estabilidade e custos. 

E, nesse contexto, a sondagem SPT é uma ferramenta essencial para avaliar as propriedades do solo, proporcionando uma base sólida para a tomada de decisões informadas em várias áreas da engenharia.

Qual a importância do SPT?

A sondagem SPT é um método geotécnico fundamental na engenharia civil. 

Seu objetivo principal é coletar informações precisas sobre a resistência do solo e suas camadas, além de avaliar sua capacidade de suporte para construções. 

Isso permite entender as características do terreno, como a presença de água, tipo de solo, profundidade da rocha, entre outros fatores essenciais para projetos de fundação e estruturas.

Isso significa que, de forma resumida, os principais objetivos da sondagem SPT incluem:

  • Determinar a resistência do solo (N-SPT) em diferentes profundidades;
  • Identificar as camadas geotécnicas presentes no subsolo;
  • Avaliar a compactação do solo;
  • Coletar amostras de solo para análises adicionais.

A importância da sondagem SPT reside na segurança e estabilidade das construções. 

Ela fornece dados cruciais para a definição de tipos de fundação mais adequados, dimensionamento estrutural e prevenção de possíveis problemas como recalques excessivos, rupturas e deslizamentos. 

Essa técnica é crucial para o sucesso de obras civis, pois possibilita a tomada de decisões embasadas e precisas, proporcionando a durabilidade e segurança das edificações.

Como é o processo de sondagem SPT?

O ensaio de sondagem SPT, ou Standard Penetration Test, é um procedimento padronizado usado para avaliar as características do solo em um local específico. 

Durante o teste, uma haste de perfuração com um amostrador na extremidade é cravada no solo.

Essa haste é solta de uma altura específica para obter um determinado número de golpes, registrados por meio de um martelo de massa padronizada.

A profundidade em que esses golpes são registrados é chamada de “cota”.

Os golpes são aplicados em intervalos regulares e a cada intervalo de 15 cm de profundidade, sendo registrados o número de golpes necessários para que a haste penetre no solo nessa medida. 

Esse número de golpes, conhecido como "N", é um indicador da resistência do solo nesse ponto específico.

Após a execução dos golpes, é retirada uma amostra do solo para análise em laboratório, permitindo determinar a natureza, textura e características geotécnicas do solo. Confira mais detalhes e o passo a passo da sondagem a seguir.

Número mínimo de sondagens

O número mínimo de sondagens ou furos SPT em um projeto de construção pode variar dependendo da complexidade da obra, do tamanho do terreno e das especificações do solo. 

Em geral, recomenda-se realizar múltiplas sondagens para uma compreensão abrangente das condições do solo em todo o local.

Para projetos menores ou residenciais, dois a quatro furos de sondagem SPT podem ser suficientes, mas isso pode aumentar consideravelmente para edifícios maiores ou projetos comerciais e industriais.

Em algumas situações, estudos geotécnicos detalhados podem exigir de cinco a dez, ou até mesmo mais furos para dados representativos do solo.

Por esse motivo, a quantidade ideal de sondagens é determinada por engenheiros geotécnicos, que consideram aspectos como a variedade de solos esperados, a distribuição da carga da estrutura, a profundidade do lençol freático, entre outros fatores.

Planejamento da sondagem SPT

O sucesso de uma sondagem SPT começa com um planejamento adequado. 

Isso inclui a escolha dos locais de amostragem, a profundidade das sondagens e a determinação das características do martelo e da haste. 

O planejamento cuidadoso garante que os resultados sejam representativos e relevantes para o projeto.

Coleta de Amostras SPT

A coleta de amostras é realizada usando uma sonda SPT, que consiste em um barrilete e uma haste de percussão.

A sonda é inserida no solo e golpeada repetidamente até atingir uma profundidade específica ou uma camada de solo resistente. 

A sonda mede o número de golpes necessários para penetrar uma certa distância, chamada de N-SPT.

Análise e Interpretação dos Resultados SPT

Após a coleta de dados de N-SPT, os resultados são analisados e interpretados por geotécnicos e engenheiros. 

A interpretação inclui a identificação das camadas geotécnicas, a determinação da resistência do solo e a avaliação da compacidade do solo.

Boletins de sondagem

Os boletins de sondagem são relatórios técnicos que detalham as informações obtidas durante o processo de sondagem do solo. 

Eles fornecem dados essenciais sobre as características geotécnicas do terreno, como a resistência e a composição do solo em diferentes profundidades. 

Geralmente, esses boletins são produzidos por engenheiros geotécnicos ou geólogos e são documentos fundamentais para o desenvolvimento de projetos de construção civil.

Classificação das amostras

As amostras coletadas durante a sondagem do solo são classificadas com base em critérios padronizados para identificar e descrever suas características. 

Existem diferentes sistemas de classificação, sendo um dos mais comuns o Sistema Unificado de Classificação de Solos (SUCS) e o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS).

O SUCS classifica o solo com base em sua granulometria e características visuais, dividindo-o em categorias como:

  • Areia;
  • Silte;
  • Argila.

Também trabalha com subdivisões de acordo com as proporções de cada componente e suas propriedades.

Enquanto isso, o SiBCS considera aspectos físicos, químicos e mineralógicos do solo, classificando-o em grupos e subgrupos de acordo com suas propriedades e origens geológicas.

As amostras são analisadas e classificadas levando em conta fatores como:

  • Tamanho dos grãos;
  • Composição mineralógica;
  • Umidade;
  • Coesão.

Essa classificação é essencial para entender as características do solo, auxiliando na determinação da viabilidade de construção e no planejamento das fundações e estruturas, promovendo a segurança e estabilidade nas edificações.

Aplicações da sondagem SPT

A sondagem SPT é uma ferramenta versátil e amplamente aplicada em várias áreas.

Por exemplo, a avaliação da resistência do solo é fundamental no projeto de fundações de edifícios, pontes e outras estruturas. 

Isso porque, nesses casos, a sondagem SPT fornece dados essenciais para dimensionar fundações de forma segura e econômica.

Na avaliação de estabilidade de taludes e encostas, a sondagem SPT permite identificar potenciais deslizamentos de terra e riscos geotécnicos, permitindo a implementação de medidas preventivas.

Por fim, a sondagem SPT é usada para identificar riscos geotécnicos em projetos de engenharia, como a presença de solos expansivos, cavidades subterrâneas ou solos contaminados.

O que fazer quando o SPT não for indicado?

Quando o SPT não for indicado, pode-se optar por outras técnicas de investigação geotécnica para obter informações sobre o solo. 

Dependendo das condições do terreno ou da necessidade de dados mais específicos, outras metodologias podem ser mais apropriadas, como a sondagem rotativa, o ensaio de piezocone, a sísmica ou até mesmo a coleta de amostras por meio de trado manual.

A escolha da técnica alternativa dependerá das características do local, profundidade desejada, tipos de informações requeridas e o objetivo da investigação geotécnica. 

Desta forma, é crucial contar com a orientação de um profissional geotécnico para determinar a melhor abordagem caso o SPT não seja viável para determinada situação, garantindo a precisão e confiabilidade dos dados obtidos.

Benefícios da sondagem SPT

A utilização da sondagem SPT oferece uma série de benefícios.

Para se ter uma ideia, os dados da sondagem SPT permitem que os engenheiros tomem decisões informadas durante o planejamento e a execução de projetos, reduzindo riscos e evitando surpresas desagradáveis.

A avaliação precisa da resistência do solo e das características geotécnicas também evita fundações superdimensionadas e retrabalho, resultando em economia de recursos financeiros e temporais.

Por fim, outro importante benefício é que a sondagem SPT contribui para a segurança de trabalhadores e da comunidade, de modo que as estruturas sejam construídas sobre bases sólidas e confiáveis.

Quem contratar para realizar a sondagem SPT?

Com anos de experiência, a Engeotec é especializada em projetos de sondagem SPT para diversos setores, incluindo construção civil, geotecnia e estudos ambientais.

Por esse motivo, bem como nosso compromisso com a excelência, nos torna uma escolha confiável para suas necessidades de sondagem SPT.

Assim, se você precisa de serviços de sondagem SPT confiáveis e precisos, não hesite em entrar em contato conosco. Oferecemos consultoria personalizada para avaliar suas necessidades específicas e fazer com que seu projeto seja baseado em dados sólidos de sondagem SPT. 

Com a experiência da Engeotec à sua disposição, você pode confiar em resultados precisos e confiáveis. 

Se você está interessado em nossos serviços de sondagem SPT ou deseja obter mais informações, entre em contato conosco hoje mesmo. Estamos aqui para atender às suas necessidades de engenharia e controle de qualidade.


Sobre o autor

Airam Quiuqui de Abreu é Diretor Administrativo na ENGEOTEC há mais de 5 anos e escreve conteúdos para auxiliar os visitantes do blog em suas dúvidas e questionamentos sobre construção civil, controle tecnológico de solos e concreto, respeitando as especificações impostas nas normas regentes dos órgãos reguladores.

Redes Sociais:

  • Belo Horizonte
  • Uberlândia
  • Contagem
  • Juiz de Fora
  • Betim
  • Montes Claros
  • Ribeirão das Neves
  • Uberaba
  • Governador Valadares
  • Ipatinga
  • Santa Luzia
  • Sete Lagoas
  • Divinópolis
  • Ibirité
  • Poços de Caldas
  • Patos de Minas
  • Teófilo Otoni
  • Sabará
  • Pouso Alegre
  • Barbacena
  • Varginha
  • Conselheiro Lafeiete
  • Araguari
  • Itabira
  • Passos